Notícia

Na manhã da ultima segunda-feira (03), o Secretario do Meio Ambiente de Maringá, Ederlei Alkamim e sua equipe visitaram a Incubadora Tecnológica de Maringá. O objetivo da visita foi conhecer o trabalho realizado pela incubadora e os produtos inovadores desenvolvidos pelas empresas incubadas. "Vimos um grande potencial em vários produtos que nos foram apresentados. Alguns deles podemos aplicar em nossa secretaria, para melhorar a qualidade de vida do maringaense, principalmente na questão dos resíduos sólidos. Vamos avançar nas conversas para que seja possível fazermos um trabalho em conjunto com algumas das empresas incubadas", comentou o secretário.

A cidade de Maringá é referência em gestão ambiental, eleita como a melhor cidade para se viver do Brasil pela consultoria Macroplan, Maringá foi premiada como referência em medidas sustentáveis e gestão ambiental pelo Ministério de Meio Ambiente (MMA).
São vários os pontos que diferem as duas mas basicamente a diferença está entre uma apoiar um negócio tradicional e a outra um inovador, escalável e repetível.

Estamos acostumados a ouvir sobre incubadoras de empresas, mas a partir desse ano você ouvirá falar bem mais sobre aceleradoras. Isso acontece porque acredita-se hoje que podem existir soluções diferentes além da incubação para apoiar empresas nascentes, justamente porque empresas com estágios e objetivos diferentes precisam de apoio de formas diferentes.

Veja algumas características e diferenças de cada modelo:
1. Normalmente, incubadoras buscam apoiar pequenas empresas de acordo com alguma diretiva governamental ou regional. Por exemplo, incentivar projetos de biotecnologia devido à proximidade de algum centro de pesquisa nessa área, ou fomentar a indústria de telecomunicações em uma região que precisa de expansão nesse setor.

2. Aceleradoras, por sua vez, são focadas não em uma necessidade prévia, mas sim em empresas que tenham o potencial para crescerem muito rápido. Justamente por isso, aceleradoras buscam startups escaláveis (e não somente uma pequena empresa promissora).

3. Incubadoras pedirão seu plano de negócio, e aceleradoras estudarão seu modelo de negócio - a verba pública que normalmente apoia as incubadoras pede maior formalidade e transparência na avaliação de projetos, além de terem mais critérios ao avaliarem um plano completo. Aceleradoras podem apostar somente em uma boa ideia.

4. Aceleradoras são lideradas por empreendedores ou investidores experientes, enquanto incubadoras têm gestores com experiência em mediar o poder público, as universidades e empresas. Isso é devido às aceleradoras usarem capital privado para seu próprio financiamento, e incubadoras aproveitarem a disponibilidade de verbas públicas em editais tanto para si próprias como também para os incubados.

5. Enquanto aceleradoras são fortemente apoiadas em sessões de mentoring – seja em palestras ou conversas pessoais entre empreendedor e mentor – as incubadoras são fortemente baseadas no modelo tradicional de consultores, que são contratados para apoiar incubados com um preço descontado (pois irão atender um volume maior de empresas).

Qual o modelo certo para você?
Se sua startup está em busca de uma inovação radical ou de um modelo de negócios escalável e repetível, procure uma aceleradora. Se o seu modelo de negócios é baseado na economia tradicional, procure uma incubadora. Além das incubadoras serem mais numerosas, as aceleradoras que entraram recentemente em operação no Brasil ainda têm um bom caminho a percorrer para provarem sua eficiência.

Autor convidado: Yuri Gitahy, fundador da Aceleradora.
A Incubadora Tecnológica de Maringá participou da avaliação do Programa CERNE, desenvolvido pelo Sebrae e alcançou a primeira colocação pelo segundo ano consecutivo entre as incubadoras do Paraná. Participaram 17 incubadoras de todo o Estado.

O Programa, criado pelo Sebrae consiste em apoiar e avaliar as incubadoras, que por meio da metodologia CERNE (Centro de Referência para Novos Empreendimentos), obtém consultorias e capacitações nos eixos: finanças, gestão, mercado, tecnologia e desenvolvimento pessoal.

A Incubadora de Maringá participou de todas as etapas de avaliação, inclusive por meio de seus incubados que responderam a questionários referentes aos eixos: finanças, gestão, mercado, tecnologia e desenvolvimento pessoal. “Esta avaliação demonstra nosso trabalho de forma comprometida e responsável, ajudando no desenvolvimento de empresas de base tecnológica. Alcançar a primeira colocação pelo segundo ano consecutivo nos faz acreditar que estamos no caminho certo”, comentou o presidente da Incubadora, Carlos Walter Martins Pedro.


Por meio da Re-inova e o Sebrae Paraná, a Incubadora também recebeu o prêmio de Melhor Incubadora de Base Tecnológica do Estado do Paraná.

A premiação foi entregue no Fórum Paranaense das Incubadoras.
A partir do dia 06 de novembro, funciona dentro da Incubadora Tecnológica de Maringá, o Restaurante Vitalia Gourmet
O atendimento é na parte interna da Incubadora Tecnológica de Maringá,das 11h30 as 14h30 de segunda a sexta-feira.
Em breve, atendimento também com marmitex.

O almoço com deliciosa comida caseira brasileira será a partir de R$ 10,00 por pessoa.
As bebidas são vendidas a parte.
Venha prestigiar essa novidade!
Os proprietários do restaurante são experientes no ramo e garantem uma excelente experiência gastronômica com pratos triviais com sabor especial.
O QUE É O SUMMIT?

Ao longo de dois dias, vamos catalisar o crescimento da sua empresa através de muito conteúdo de qualidade ímpar e networking. Serão momentos únicos compartilhados com palestrantes de relevância nacional e internacional. Não perca esta chance: vamos reunir 2 mil empreendedores, gerando assim o melhor ambiente para novas oportunidades.

GARANTA SUA VAGA!

Ao longo de dois dias, serão catalisados o crescimento de sua empresa através de muito conteúdo de qualidade ímpar e networking. Serão momentos únicos compartilhados com palestrantes de relevância nacional e internacional. Não perca esta chance: vamos reunir 2 mil empreendedores, gerando assim o melhor ambiente para novas oportunidades.

Para inscrição: (copie e cole no navegador)

http://www.summitsebrae.com.br/?utm_medium=email&utm_source=mailchimp&utm_campaign=mailchimp-67801
A terceira maior plataforma de delivery de comida do Brasil foi criada em Maringá. O Aiqfome está hoje em oito estados. Esse é só um dos exemplos de empresas bem sucedidas da cidade que começaram como “startups”, que vem ganhando importância no setor de tecnologia e acaba de ser incluída em mapeamento nacional de empresas do ramo, feito pela Associação Brasileira de Startups, a ABStartups.

O mapeamento tem o objetivo de destacar pólos de inovação que não ficam nos grandes centros urbanos. Já foram mapeadas 24 cidades e no Paraná, apenas Maringá e Londrina constam no relatório até agora. O material foi produzido com a colaboração da própria comunidade local de startups.

O relatório reúne dados de 30 startups maringaenses e informações relevantes para a comunidade. Ali os membros encontram tudo o que é necessário para entender o mercado de tecnologia na região e onde podem conseguir apoio financeiros e técnico para dar continuidade aos projetos.

“A ideia de comunidade vem do Vale do Silício, berço das principais startups do mundo. O brasileiro é muito individualista e dentro de comunidades pode perceber que a união é muito mais eficiente na solução de problemas que as empresas possam ter”, explica o coordenador regional de startups do Sebrae/PR, Nickolas Kretzmann.

Além da ideia de comunidade, onde há colaboração entre as empresas, o mundo das startups também têm o conceito de “ecossistema”. Assim como na natureza, Nickolas explica que dentro de um ecossistema de startups uma parte não pode funcionar sem a outra, “tudo está interligado”. Fazem parte dos ecossistemas de startups os órgãos de incentivo e pesquisa na área de tecnologia, lideranças e aceleradoras.

“Maringá é uma cidade-polo de startups, como muitas outras no Estado são. Mas aqui tem alguns diferenciais importantes, como a presença de duas boas aceleradoras (organizações que investem em startups), boas universidades e uma incubadora de tecnologia. A cidade já era referência em empresas de software e agora está indo além, se tornando referência em um modelo mais amplo de economia digital”, diz o coordenador.

O levantamento mais recente feito pelo Sebrae/PR aponta que Maringá tem 42 startups formalizadas e pelo menos outras 205 em fase de ideia ou estudo. “É um mercado muito dinâmico, onde as empresas abrem, fecham ou mudam de nome a todo momento”, conclui Nickolas.

Comunidade local está entre as Top 10

A comunidade Redfoot de startups da região norte do Paraná foi eleita uma das dez melhores do Brasil pelo segundo ano consecutivo. O ranking faz parte do Prêmio Startup Awards, promovido pela ABStartups e considerado o “Oscar” do setor. A edição de 2018 teve 22 mil indicados, distribuídos em 11 categorias, e uma delas a de comunidade. A escolha das melhores é definida por voto popular.

Conheça as startups de Maringá
Para quem já ouviu muito sobre elas, mas ainda está em dúvida, “startups” são empresas inovadoras ligadas à área de tecnologia que têm um alto potencial de crescer em pouco tempo. Conheça algumas dessas empresas listadas pela ABStartups e pelo Sebrae/PR:

A8 METAL CONCEPT

Voltado para atletas iniciantes e para o desenvolvimento em equipamentos para pessoas com algum tipo de deficiência física ou motora (inclusão).

- Aplicativo para a gestão de propriedades rurais.

- Aplicativo que reúne restaurantes e lanchonetes que fazem delivery e recebem pedidos pela internet.

ANY MARKET

Realiza a integração de produtos, pedidos, estoque e preço com diversos Marketplaces. O lojista cadastra o seu produto apenas uma vez e o estoque é atualizado nas demais plataformas dos Marketplaces automaticamente.

BEMCASEI
Plataforma para criação de sites de casamento.

BOACOMPRA
Empresa que oferece um sistema de pagamentos internacionais pela internet.

BOOMERANG DATA
Startup que fornece aos motoristas e seguradoras um modelo de precificação para os seguros de auto que se baseia em um banco de dados unificado de telemetria.

CRIA STUDIO
Startup especializada no desenvolvimento de tecnologias de interação e visualização para páginas na internet.

CRMALL
Empresa de tecnologia voltada para centros de compra, associações comerciais e varejo.

DIGITAL READY
Plataforma de Marketing Digital e Vendas.

DUMBBELL PRO
Produto desenvolvido em parceria com academias. O software também acelera e automatiza todo o trabalho de personal trainers.

EASY PARK
Sistema online para controle de estacionamentos.

EMPARI SISTEMAS
Desenvolvedora de softwares para pequenas e médias empresas.

EVOLUTAG
Principal produto será a etiqueta de prateleira eletrônica (ESL), que será usado por varejistas para exibir os preços dos produtos em prateleiras, automatizando o processo de remarcação de preço.

FARMGO
Empresa que oferece monitoramento de pragas, histórico de safras, agrometeorologia e outras informações para quem trabalha com o campo.

GUIA SCAPES
É um guia on-line interativo de empresas e locais com informações completas e atualizadas. O design é simples e intuitivo, baseado em geolocalização. O usuário digita o que procura e são listados os estabelecimentos relacionados.

IDETEC
Permite a substituição de madeira ou concreto na construção civil. É um produto tecnologicamente aprimorado e composto por poliméricos provenientes da reciclagem de resíduos da indústria de flexografia.

INCLUDI
Auxiliar no gerenciamento de Micro e pequenas empresas. Sendo no formato Cloud Computing, não existe a necessidade de instalação em cada computador e sim acessado pelo navegador de internet.

IMEDDIATO
Aplicativo de entregas.

IVERIS/VERIFACT
Startup da área jurídica que coleta provas digitais para serem usadas em denúncias criminais ou processos jurídicos.

LICITA.PLUS
Plataforma para a busca de licitações.

MEEDUCA
Startup que busca criar soluções inovadoras para a área de educação.

NUTRIONLINE
Software Nutrição Online é um sistema pioneiro em acompanhamento nutricional on-line. É um método Sustentável que desenvolve suas ferramentas conforme as necessidades dos usuários nutricionistas desde 2013.

ONSAFETY
Tecnologia móvel desenvolvida para monitorar os requisitos das normas regulamentadoras (NR’s) do Ministério do Trabalho.

PARLAMENTAR ONLINE
Plataforma para acompanhar os projetos de lei em andamento no Congresso Nacional, Assembleias Legislativas e Câmaras de Vereadores.

PARALELOZ
Agência de branding e design que oferece posicionamento de marca e marketing digital.

SEEBOT
Atualmente estão desenvolvendo dois produtos. O Agent e o Seebot One. Um Agente de Trânsito inteligente e um robô de monitoramento de trânsito e
vagas de estacionamento público.

SUB 100
Portal que reúne em um só lugar imobiliárias e imóveis para a venda ou locação.

TREEUNFE
Software para emissão de gestão de notas fiscais eletrônicas.

UNID CINEMIDIA
Produtora de mídia e publicidade para cinema.

VALUU
Plataforma e aplicativo que reúnem programas de benefício para funcionários.

VERSAWAY
Comunidade colaborativa que conecta pessoas através de interesses em comum.

VISION METRICS
A Vision Métrics é um hardware com software embarcado que faz a contagem e análise da movimentação de pessoas em ambientes. O produto tem um nicho de mercado de atendimento para varejistas.

WIFIRE
Trata-se de um Hotspot Social que coleta dados dos clientes que acessam a WiFi a fim de desenvolver relacionamento no local, apresentando informações e anúncios contextuais, bem como pós-venda.

WIFFIER
Aplicativo para conexões com antenas wi-fi compartilhadas.

YOOPAY
Empresa que oferece máquinas de cartão para vendas.
O Prêmio Nacional de Inovação é uma iniciativa da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI), realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE).

O objetivo do prêmio é incentivar e reconhecer os esforços bem-sucedidos de inovação e gestão da inovação nas organizações que atuam no Brasil.

A inscrição é G R A T U I T A, até 19/11/2018.

http://www.premionacionaldeinovacao.com.br/home/login

A empresa responde um diagnóstico e recebe uma devolutiva sobre os fundamentos da inovação e passa por um processo seletivo para concorrer ao Prêmio Nacional.

Categorias:

Gestão de Inovação

Esta categoria reconhece as organizações que, por meio da implementação de processos, métodos, técnicas e ferramentas de gestão da inovação, produzem um ambiente profícuo à geração de inovações. A avaliação desta categoria identifica o nível da capacidade de inovação por meio da aderência aos fundamentos estabelecidos e da relação com efetivos resultados para a organização.

Inovação

Essa categoria reconhece as inovações que contribuíram para o aumento dos níveis de competitividade da empresa. A avaliação considera os efeitos produzidos sobre os resultados da inovação na organização, tomando como base as definições apresentadas pela 3ª edição do Manual de Oslo. Esta categoria divide-se nas subcategorias abaixo:

Inovação de produtos (bens ou serviços).
Inovação em processos.
Inovação em marketing.
Inovação organizacional.
Modalidades:

MODALIDADE 1:

Empreendedor Individual, Micro ou Pequena Empresa com receita bruta anual inferior ou igual a R$3.600.000,00 (três milhões e seiscentos mil reais).

MODALIDADE 2:

Média Empresa do setor industrial, com receita bruta anual superior a R$3.600.000,00 (três milhões e seiscentos mil reais) e menor ou igual a R$300.000.000,00 (trezentos milhões de reais).

MODALIDADE 3:

Grande Empresa do setor industrial, com receita bruta anual superior a R$300.000.000,00 (trezentos milhões de reais).

Mais informações: http://www.premiodeinovacao.com.br/interna/premio

Para obter o Relatório de Avaliação de sua empresa, envie um e-mail para
contato@premionacionaldeinovacao.com.br
Nossa excelente colocação no Programa Cerne nos rendeu destaque na Revista da Acim do mês de outubro de 2018.
Muito obrigado a Associação Comercial que nos deu essa oportunidade e parabéns aos nossos incubados, que são responsáveis pelo nosso bom resultado.
A empresa nascida na Incubadora Tecnológica de Maringá no final de 2016 deu um grande passo.
A partir de setembro de 2018 foi elevada a graduação.
Essa titulação é dada as empresas que já tem maturidade para encarar o mercado de trabalho.
Nascida na Incubadora, com 3 idealizadores, hoje conta com a colaboração de 13 pessoas, e estão instalados em uma moderna sala no centro da cidade.
A Eureka é especialista em aplicativos mobile personalizados (sob demanda) e também conta com participações em startups realizando o desenvolvimento de parte da solução do produto (mobile ou web).

Parabéns!
A Incubadora Tecnológica de Maringá recebeu na manhã do dia 28/09, um grupo de funcionários da Cocamar, todos ligados à Inovação.
A visita teve o objetivo de gerar troca de experiências, conhecer as instalações da Incubadora Tecnológica de Maringá e algumas empresas incubadas.

A visita foi articulada pela analista de inovação e marketing da Cocamar, Gabriela Renisz, e pelo gerente de marketing e inovação, Lázaro Domiciano.
Quem acompanhou a visita, foi a Gerente da Incubadora, Vania Calsavara.

Ao final, a visita se estendeu ao CIM – Centro de Inovação de Maringá.
O Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) da Universidade Estadual de Maringá (UEM) comemora dez anos de existência e, para celebrar a data, e realizou uma cerimônia para entrega de cartas-patentes e certificados de registro de programas de computador obtidos nos últimos meses. O evento aconteceu na última terça-feira, dia 25, no auditório do NIT/UEM, que fica no Bloco B09, e contou com a presença dos inventores e autores agraciados, dos membros do Conselho Técnico do Núcleo, dos professores e outras autoridades da Instituição e de membros da comunidade externa.

De acordo com o chefe da Divisão de Propriedade Intelectual, Angelo Marcolino Junior, foram entregues quatro cartas-patentes e dez certificados de registro de programa de computador, todos emitidos pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), que é o órgão responsável pela gestão do sistema brasileiro de concessão e garantia de direitos de propriedade intelectual para a indústria.

Para Graciette Matioli, assessora especial do NIT/UEM, a entrega das cartas-patentes e certificados ligados à propriedade industrial é de muita importância para a Universidade, razão pela qual uma solenidade especial será preparada para a ocasião. “É uma oportunidade para comemorarmos os dez anos de existência do NIT/UEM e, também, homenagearmos nossos pesquisadores, cujos esforços têm colaborado muito para o desenvolvimento de tecnologias inovadoras em nossa Instituição. Além disso, é um momento especial para partilharmos com nossos docentes a necessidade e importância da transferência dessas tecnologias para o setor produtivo”, comenta Matioli.

A UEM chega a 14 cartas-patentes obtidas na história da instituição e aguarda a avaliação pelo INPI de outros 101 pedidos de patente. Em relação aos programas de computador, a Instituição eleva para 23 a quantidade de registros concedidos.

Houve entrega de cartas-patente e certificados de registro de programas de computador concedidos pelo INPI.

Na foto: Mauro Baesso/Reitor da UEM, Graciette Matioli/Assessora Especial do NIT/UEM, José Roberto Pinheiro de Melo/Vice-Presidente da Incubadora, Nilson Marcos Tazinafo/Gerente do Tecpar Maringá, Durval Corrêa Meireles/Diretor de Pós-Graduação do Stricto Sensu na Unicesumar Maringá, Vania Calsavara/ Incubadora Tecnológica e Marcelo Braga/ Executivo do Centro de Inovação de Maringá.
A Incubadora Tecnológica de Maringá participou da avaliação do Programa CERNE, desenvolvido pelo Sebrae e alcançou a primeira colocação entre as incubadoras do Paraná. Participaram 17 incubadoras de todo o Estado.

O Programa, criado pelo Sebrae, consiste em apoiar e avaliar as incubadoras, que por meio da metodologia CERNE (Centro de Referência para Novos Empreendimentos), obtém consultorias e capacitações nos eixos: finanças, gestão, mercado, tecnologia e desenvolvimento pessoal. “Essa avaliação gera uma musculatura capaz de, no tempo de incubação, preparar o empresário para os desafios no mercado nacional e internacional. Nossa expectativa com o programa é colocar o Paraná no cenário nacional no desenvolvimento tecnológico por meio das incubadoras”, explicou Aloísio Cerqueira, consultor do Sebrae e idealizador do projeto de avaliação.

A Incubadora de Maringá participou de todas as etapas, inclusive por meio de seus incubados que responderam a questionários avaliativos referentes aos eixos. “Esta avaliação demonstra nosso trabalho de forma comprometida e responsável, ajudando no desenvolvimento de empresas de base tecnológica. Essa é a nossa missão. Alcançar a primeira colocação nos faz acreditar que estamos no caminho certo”, falou o presidente da Incubadora Tecnológica de Maringá, Carlos Walter Martins Pedro.
Nossos incubados participaram no último sábado (25 de agosto) do OKR Games, treinamento oferecido pela empresa Bissetriz.
E O QUE É O OKR GAME?
É um treinamento vivencial sobre OKR e Estratégia Ágil, composto por módulos teóricos e aplicações práticas.
É totalmente vivido no formato de um jogo de tabuleiro, onde os participantes se desenvolvem por meio das melhores técnicas de aprendizado e retenção de conteúdo.
São utilizados conceitos de jogos e elementos lúdicos para proporcionar uma experiência única e divertida.

Participaram cerca de 20 incubados, e parceiros como o Centro de Inovação de Maringá.
O OKR GAME é indicado para diretores, gestores, líderes e todos os profissionais que desejam trabalhar com o modelo estratégico que mais cresce no mundo.

Mais informações: www.bissetriz.com.br
A FIEP, por meio do seu Centro Internacional de Negócios, juntamente com a Rede CIN, CNI e Apex convidam você a participar do ENCONTRO DE NEGÓCIOS INTERNACIONAL DO SETOR DE METALMECÂNICO que acontecerá no dia 27 de setembro de 2018 em Curitiba. Com o objetivo de promover as exportações de seus produtos e estimular a internacionalização de sua empresa, contaremos, nessa oportunidade, com 10 importadores da América Latina.



Objetivos:

Fomentar a geração de negócios;
Promover as exportações das empresas paranaenses do setor metalmecânico;
Divulgar as empresas participantes e seus produtos;
Estimular a internacionalização das empresas paranaenses.




:: PÚBLICO ALVO



. Indústrias paranaenses do setor metalmecânico com perfil exportador de maturidade iniciante, intermediária e experiente.



:: LOCAL

Campus da Indústria do Sistema FIEP

Av. Comendador Franco, 1341 ? Jd. Botânico



:: DATA E HORÁRIO

27/09/2018 (quinta-feira)

08h30 às 18h00



:: VALOR DA INSCRIÇÃO

R$ 250,00 para empresa associada em dia com seu Sindicato

R$ 500,00 para empresas não associadas





Mais informações: Gabriela Casagrande / Sistema Fiep (41) 3271-9106.
No dia 29 de junho de 2018, os estudantes da oficina de Banco de dados II do curso Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio, realizaram uma visita técnica nas localidades: incubadora tecnológica de Maringá e no núcleo de processamento de dados da UEM (NPD).

Na incubadora foram recebidos pela Gerente Sra Vânia Calsavara que apresentou o objetivo e a história da incubadora tecnológica. Foram apresentados aos estudantes algumas empresas e seus projetos inovadores, tiveram a oportunidade de conversar com os proprietários e experimentar os produtos.

No NPD os estudantes foram recebidos pelo diretor Sr. Helcio Prado que apresentou o funcionamento e a infraestrutura existente. Além das visitas profissionais, os estudantes conheceram a biblioteca central da UEM (BCE) e aproveitaram uma feira de livros que estava ocorrendo na entrada do BCE. Para finalizar, uma atividade cultural foi proporcionada aos estudantes, eles prestigiaram uma sessão de cinema.

O professor Emerson Rabelo relata que a visita técnica faz parte do projeto foco na profissão, que tem como objetivo apresentar as dinâmicas atuais no processo que envolve os profissionais das tecnologias. O mesmo reforça que a presente visita pode ajudar na orientação profissional dos estudantes.

O coordenador do curso, Leandro Magno Correa da Silva, enfatizou o quão é importante que os estudantes tomem conhecimento do montante de recursos prontos a serem investidos em inovação e empreendedorismo disponíveis para a efetiva realização de seus sonhos, e quais caminhos podem ser tomados.

Fonte: http://astorga.ifpr.edu.br/index.php/2018/07/04/visita-tecnica-a-incubadora-tecnologica-e-npd-da-uem/
Apoiar projetos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) que visem contribuir para o desenvolvimento científico e tecnológico e a inovação no Brasil, nas áreas de inovação e empreendedorismo, por meio da inserção de pesquisadores em empresas privadas vinculadas às incubadoras de empresas em operação no País, certificadas ou que estejam em processo de obtenção da Certificação Cerne (http://anprotec.org.br/cerne/).



http://lattes.cnpq.br/1762565490783777
Núceo de Assessores em Tecnologia e Inovação
Joao Luis Callegari Lopes
CHAMADA PÚBLICA Nº 31/2017 - APOIO À INSERÇÃO DE PESQUISADORES NAS EMPRESAS INCUBADAS
Avita Produtos Químicos Farmacêuticos LTDA


http://lattes.cnpq.br/8979992405182832
Núceo de Assessores em Tecnologia e Inovação
Marcos Tadeu dos Santos
CHAMADA PÚBLICA Nº 31/2017 - APOIO À INSERÇÃO DE PESQUISADORES NAS EMPRESAS INCUBADAS
ONKOS Diagnósticos Moleculares


http://lattes.cnpq.br/0192178587738651
Núceo de Assessores em Tecnologia e Inovação
Rodrigo Marques de Figueiredo
CHAMADA PÚBLICA Nº 31/2017 - APOIO À INSERÇÃO DE PESQUISADORES NAS EMPRESAS INCUBADAS
Brasau Tecnologia


http://lattes.cnpq.br/2514320654462590
Núceo de Assessores em Tecnologia e Inovação
Acelino Couto Alfenas
CHAMADA PÚBLICA Nº 31/2017 - APOIO À INSERÇÃO DE PESQUISADORES NAS EMPRESAS INCUBADAS
Clonar Resistência a Doenças Florestais


http://lattes.cnpq.br/0218004426204544
Núceo de Assessores em Tecnologia e Inovação
Erna Geessien Kroon
CHAMADA PÚBLICA Nº 31/2017 - APOIO À INSERÇÃO DE PESQUISADORES NAS EMPRESAS INCUBADAS
Viriontech do Brasil Indústria de Insumos e Serviços em Biotecnologia


http://lattes.cnpq.br/8063337006860938
Núceo de Assessores em Tecnologia e Inovação
Tito Lívio Moitinho Alves
CHAMADA PÚBLICA Nº 31/2017 - APOIO À INSERÇÃO DE PESQUISADORES NAS EMPRESAS INCUBADAS
Engene Tech Farmacêutica e Biotecnológica


http://lattes.cnpq.br/5844304935259559
Núceo de Assessores em Tecnologia e Inovação
Diogo Gonçalves Biagi
CHAMADA PÚBLICA Nº 31/2017 - APOIO À INSERÇÃO DE PESQUISADORES NAS EMPRESAS INCUBADAS
PluriCell Technologies


http://lattes.cnpq.br/8436430601935680
Núceo de Assessores em Tecnologia e Inovação
Saulo Padoin Chielle
CHAMADA PÚBLICA Nº 31/2017 - APOIO À INSERÇÃO DE PESQUISADORES NAS EMPRESAS INCUBADAS
SYLITTEX Ind. e Com. de Insumos Industriais


http://lattes.cnpq.br/3150074537946167
Núceo de Assessores em Tecnologia e Inovação
Fernando Thomé Kreutz
CHAMADA PÚBLICA Nº 31/2017 - APOIO À INSERÇÃO DE PESQUISADORES NAS EMPRESAS INCUBADAS
Neovech


http://lattes.cnpq.br/2646354331364073
Núceo de Assessores em Tecnologia e Inovação
Paula Renata Cerdeira Gomez
CHAMADA PÚBLICA Nº 31/2017 - APOIO À INSERÇÃO DE PESQUISADORES NAS EMPRESAS INCUBADAS
Epistemic


http://lattes.cnpq.br/4658046701245462
Núceo de Assessores em Tecnologia e Inovação
Sergio Ricardo Goes Oliveira
CHAMADA PÚBLICA Nº 31/2017 - APOIO À INSERÇÃO DE PESQUISADORES NAS EMPRESAS INCUBADAS
Executive Educação Continuada e Consultoria


http://lattes.cnpq.br/2169449414841940
Núceo de Assessores em Tecnologia e Inovação
Alex Silva Paula
CHAMADA PÚBLICA Nº 31/2017 - APOIO À INSERÇÃO DE PESQUISADORES NAS EMPRESAS INCUBADAS
AGA-Consultoria e Desenvolvimento de Projetos Técnico-Científicos LTDA ME


http://lattes.cnpq.br/7725001002070474
Núceo de Assessores em Tecnologia e Inovação
Rafael Melo Palhares
CHAMADA PÚBLICA Nº 31/2017 - APOIO À INSERÇÃO DE PESQUISADORES NAS EMPRESAS INCUBADAS
Myleus Análises Genéticas


http://lattes.cnpq.br/5687037191656196
Núceo de Assessores em Tecnologia e Inovação
Alysson Lira Angelim
CHAMADA PÚBLICA Nº 31/2017 - APOIO À INSERÇÃO DE PESQUISADORES NAS EMPRESAS INCUBADAS
Biotrends Soluções Biotecnológicas


http://lattes.cnpq.br/8479203990480308
Núceo de Assessores em Tecnologia e Inovação
Cristiane Ramos Coutinho
CHAMADA PÚBLICA Nº 31/2017 - APOIO À INSERÇÃO DE PESQUISADORES NAS EMPRESAS INCUBADAS
IN Soluções Biológicas


http://lattes.cnpq.br/5143585130152199
Núceo de Assessores em Tecnologia e Inovação
Diogo Pereira de Castro
CHAMADA PÚBLICA Nº 31/2017 - APOIO À INSERÇÃO DE PESQUISADORES NAS EMPRESAS INCUBADAS
Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia


http://lattes.cnpq.br/5847252922262112
Núceo de Assessores em Tecnologia e Inovação
Aurinete de Melo Araujo
CHAMADA PÚBLICA Nº 31/2017 - APOIO À INSERÇÃO DE PESQUISADORES NAS EMPRESAS INCUBADAS
ASSOCIACAO GESTORA DA USINA DE BENEFICIAMENTO DE LACTEOS


http://lattes.cnpq.br/0029164889096327
Núceo de Assessores em Tecnologia e Inovação
Rodrigo de Lima Carvalho
CHAMADA PÚBLICA Nº 31/2017 - APOIO À INSERÇÃO DE PESQUISADORES NAS EMPRESAS INCUBADAS
4 FLYERS SOLUÇÕES EM AUTOMAÇÃO LTDA ME


http://lattes.cnpq.br/9411279234615327
Núceo de Assessores em Tecnologia e Inovação
Laura de Oliveira Araujo
CHAMADA PÚBLICA Nº 31/2017 - APOIO À INSERÇÃO DE PESQUISADORES NAS EMPRESAS INCUBADAS
Nexsolar Soluções em Energia Solar


http://lattes.cnpq.br/0815115503386859
Núceo de Assessores em Tecnologia e Inovação
Joel Lazzaretti
CHAMADA PÚBLICA Nº 31/2017 - APOIO À INSERÇÃO DE PESQUISADORES NAS EMPRESAS INCUBADAS
Agrosimulador Sistemas Ltda ME


http://lattes.cnpq.br/8799070450264850
Núceo de Assessores em Tecnologia e Inovação
Daniel de Paula Lopes
CHAMADA PÚBLICA Nº 31/2017 - APOIO À INSERÇÃO DE PESQUISADORES NAS EMPRESAS INCUBADAS
3DLopes


http://lattes.cnpq.br/1610020750043742
Núceo de Assessores em Tecnologia e Inovação
Claudemir Gracino
CHAMADA PÚBLICA Nº 31/2017 - APOIO À INSERÇÃO DE PESQUISADORES NAS EMPRESAS INCUBADAS
SKINTECH TECNOLOGIA COMERCIO IMPORTACAO E EXPORTACAO LTDA


http://lattes.cnpq.br/9268824053909173
Núceo de Assessores em Tecnologia e Inovação
Cassiano Ricardo de Oliveira Peres
CHAMADA PÚBLICA Nº 31/2017 - APOIO À INSERÇÃO DE PESQUISADORES NAS EMPRESAS INCUBADAS
Brexbit


http://lattes.cnpq.br/1703406475581759
Núceo de Assessores em Tecnologia e Inovação
Arismar Cerqueira Sodré Junior
CHAMADA PÚBLICA Nº 31/2017 - APOIO À INSERÇÃO DE PESQUISADORES NAS EMPRESAS INCUBADAS
Smart Brace


http://lattes.cnpq.br/7406738973602981
Núceo de Assessores em Tecnologia e Inovação
Gregston Marques Pereira
CHAMADA PÚBLICA Nº 31/2017 - APOIO À INSERÇÃO DE PESQUISADORES NAS EMPRESAS INCUBADAS
Neurobrinq Comércio e Serviços Ltda


http://lattes.cnpq.br/0388727923854927
Núceo de Assessores em Tecnologia e Inovação
Fabio Moreira da Silva
CHAMADA PÚBLICA Nº 31/2017 - APOIO À INSERÇÃO DE PESQUISADORES NAS EMPRESAS INCUBADAS
Inovação em Mecanização Agrícola Ceifa


http://lattes.cnpq.br/8819782891352494
Núceo de Assessores em Tecnologia e Inovação
Aline Silveira Cavalcanti
CHAMADA PÚBLICA Nº 31/2017 - APOIO À INSERÇÃO DE PESQUISADORES NAS EMPRESAS INCUBADAS
Mete a Colher
Material de nossa incubada foi destaque no Jornal O Diário do Norte do Paraná na última segunda-feira (14).
Confirma a reportagem na íntegra, por meio do link:

http://maringa.odiario.com/maringa/2018/05/mouroes-sinteticos-inventados-em-maringa-podem-durar-100-anos/2492311/
Paratletas da União Metropolitana Paradesportiva de Maringá (UMPM) receberam, nesta semana, duas bicicletas adaptadas adquiridas pela Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (Sesp).
Criado em 1989 na Dinamarca, o modelo de bicicleta deu origem à modalidade paralímpica conhecida como “Petra”, que é praticada desde 2009 no Brasil como uma atividade dinâmica e veloz para os atletas com paralisia cerebral.
Os paratletas são classificados entre três diferentes classes: RR1, RR2 e RR3, sendo três o grau de menor gravidade.
Em Maringá, o esporte tem como representantes os paratletas Carlos Eduardo Rossi - da classe RR2, Edvan Dias de Souza - RR3 e Ricardo Alexandre de Souza - RR3. Os três são frequentemente convocados para representar o Brasil no Campeonato Mundial de Petra (CPISRA World Championship&RaceRunners Camp Cup) e já tiveram brilhante participação nos campeonatos de 2015 e 2016.
No ato de entrega das bikes aos paratletas, o vice-prefeito Edson Scabora destacou que uma das prioridades da gestão municipal é oferecer apoio ao esporte em todos os níveis. “O esporte é a minha ′menina dos olhos′. E acredito que é por meio dele, aliado à cultura e à educação, que se torna possível elevar o nível de toda uma sociedade e mudar o país”, enfatizou.
Para o secretário de Esportes e Lazer, Valmir Fassina, a relevância do esporte paralímpico e os bons resultados conquistados pelos atletas maringaenses nas competições disputadas justificam a elevação, já efetuada, nos valores de investimentos feitos no segmento pela administração municipal. “Esses bons fatores já motivaram neste ano um investimento dez vezes superior ao do ano passado, ou seja, de R$ 30 mil investidos em 2017, o esporte paralímpico passou a receber R$ 300 mil em 2018. Nosso objetivo é investir cada vez mais em todos os esportes”, assegurou.

Fator motivacional
Ao enaltecer a atenção e o empenho da administração municipal em auxiliar o desenvolvimento do esporte paralímpico, o presidente da UMPM, Paulo Reinaldo Rossi, garantiu que “a aquisição das bicicletas adaptadas representará mais uma motivação para o avanço dos paratletas nos treinamentos e, consequentemente, na elevação do nível de atuação nas competições em que eles estarão representando Maringá”.
O coordenador de Esportes Paralímpicos da Sesp, Silvio Podadeiro, explicou que a “Petra” - ou Race Running, como é chamada no exterior - é uma modalidade do atletismo onde os atletas correm com um triciclo sem pedais que é impulsionado com seus próprios pés, apoiando-se a uma armação com três rodas anexadas a um suporte para o corpo.
No Brasil, a Associação Nacional de Desportos para Deficientes (ANDE) é a entidade responsável pelo fomento e desenvolvimento das modalidades esportivas paralímpicas. "Esperávamos por essas bikes desde 2009 para participar das competições da ANDE", revelou Podadeiro.

Provopar
No final da cerimônia de entrega das bicicletas adaptadas a presidente do Provopar-Maringá, Eliane Maia, agradeceu o empenho de toda a equipe de servidores da Secretaria de Esportes e Lazer pelo sucesso obtido na organização da 44ª Prova Tiradentes, disputada no último domingo pelas vias centrais de Maringá.
Neste ano, a inscrição na prova pedestre foi gratuita para os participantes. Entretanto, todos os mais de seis mil inscritos contribuíram com o Provopar fazendo a doação de um quilo de alimento não perecível no momento da retirada dos kits.
“Se antes o depósito do Provopar estava quase vazio, hoje as prateleiras estão abarrotadas de alimentos. Afinal, a arrecadação total passou de seis toneladas de alimentos que já estão sendo repassados às entidades assistenciais do município. Adoro o esporte e agradeço a competência e dedicação de todos”, finalizou. (CP/PMM)

A8 Metal Concept

A A8 METAL CONCEPT, empresa fundada em 2013 com o apoio da INCUBADORA TECNOLÓGICA DE MARINGÁ, nasceu de um projeto desenvolvido com a missão de proporcionar melhoria na qualidade de vida das pessoas, através de equipamentos inovadores e de alto padrão, dentre eles a "Petra", entregue na última semana pela Prefeitura de Maringá.

Ao desenvolver seus projetos, realizam rigorosos testes de durabilidade e ergonomia, revestindo também seus produtos com pintura eletrostática, possibilitando que seus equipamentos mantenham o aspecto novo por mais tempo, assim como fornecer proteção adicional contra ferrugem e as intempéries, visando obter um produto diferenciado no mercado.

Conheça os outros produtos da A8 Metal Concept:
http://www.a8.ind.br/
Aconteceu no Auditório da Incubadora Tecnológica de Maringá no último dia 19, a capacitação para os incubados com o tema: Data Driven Culture - Uso de dados para direcionar decisões assertivas.
A capacitação foi ministrada por José Leonardo Quintino, economista e diretor executivo do Centro de Inovação de Maringá.
Participaram 14 empresas. A capacitação foi realizada gratuitamente.
Parceria da SP Negócios com a IBM destinará até R$ 12,4 milhões em créditos para utilização de tecnologia em nuvem até 2020.

A Engine Marketing Automatizado, empresa incubada na Incubadora Tecnológica de Maringá foi uma das aprovadas (única de Maringá) no Programa 100% Saúde, da SP Negócios, realizado em parceria com a IBM.
A incubada se inscreveu no programa oferecendo a plataforma agenTIC, que visa o combate do absenteísmo, uma plataforma de comunicação automatizada, que proporcionará uma diminuição significativa nas lacunas de horários causados pelo absenteísmo, melhorando a gestão dos agendamentos, proporcionando uma comunicação eficiente, aumento da produtividade e a redução das filas de atendimento.

Sobre a plataforma:

A plataforma agenTIC é facilmente integrada ao sistema de gestão já utilizado pela instituição de saúde, de forma rápida e simples. Com isso a instituição passa a ter as funcionalidades de comunicação com paciente em múltiplos canais.
O foco da agenTIC é proporcionar ao usuário a possibilidade de ele mesmo cancelar ou reprogramar os compromissos. Dessa forma a unidade de saúde pode redistribuir a consulta cancelada a um paciente diferente (próximo da fila) eliminando as filas e constante reforço com conteúdo relevante sobre: cidadania e cultura da prevenção.

“Para nós da Engine Marketing Automatizado, a inclusão do nosso projeto agenTIC no programa 100% Saúde, liderado pela prefeitura de São Paulo e a IBM, nos motiva e fortalece em nosso propósito de ajudar a resolver o absenteísmo, que é um dos maiores desafios quando falamos em saúde pública ou privada no Brasil. Ser um incubado também fez toda a diferença na participação desse programa”, comenta Lucio Capelazzo, Diretor da Engine.


O absenteísmo no Brasil:

O ABSENTEÍSMO é um dos maiores desafios existentes quando falamos de saúde pública ou privada no Brasil, esse problema consiste em pacientes que agendam consultas ou procedimentos médicos e simplesmente não comparecem. A média de ABSENTEÍSMO chega a 30% em consultas e procedimentos especializados gerando grandes prejuízos a todo sistema de saúde.


Sobre o Programa 100% Saúde:

O Programa 100% Saúde mapeou startups que possuam tecnologias capazes de transformar a saúde no país. As startups inscritas recebem acesso a créditos para utilização na IBM Cloud, plataforma que oferece acesso a serviços de Big Data & Analytics, Computação Cognitiva (IBM Watson), IOT, dentre outros. Além disso, as selecionadas farão parte da HealthTech BR, rede de startups com foco em saúde, além de terem acesso a eventos e webinars exclusivos.

O programa busca startups com soluções ligadas a temas como saúde mental, IoT, wearables, administração clínica, telemedicina, gamificação, robótica, monitoramento remoto, nutrição, Big Data, gestão hospitalar, dispositivos médicos e diagnósticos digitais, seguro de saúde, gestão de saúde populacional, saúde eletrônica / registros médicos, rede social de médicos, marketing de saúde, engajamento e educação do paciente, aplicativos de bem estar, fitness e de saúde em geral.

Benefícios do Programa 100% Saúde:

- US$ 1,000 crédito por 12 meses na IBM Cloud (não acumulativos)
- Encontro entre fundadores
- Webinars IBM (mentoria tecnológica)
- 4 Meetups HealthTech BR (abril, junho, agosto, outubro)
- Divulgação das startups
- Mentoria
- Workshop de Design Thinking e Metodologia Agile
A Abiquifi (Associação Brasileira da Indústria Farmoquímica e de Insumos Farmacêuticos) e a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) coordenam o programa setorial intitulado Brazilian Pharma Solutions, que tem por finalidade promover o desenvolvimento das cadeias produtivas brasileiras de farmoquímicos, farmacêuticos, veterinária e biotecnologia no cenário internacional. Atualmente, as instituições desejam mapear empresas e startups brasileiras interessadas em atração de investimentos e parcerias internacionais. Para efetivar tal busca, Abiquifi e Apex-Brasil contam com o apoio da Biominas Brasil.
As áreas chave do levantamento serão:
• Biotecnologia (Saúde Humana e Animal);
• Equipamentos Médicos;
• Farmacêutico (Saúde Humana e Animal);
• IFAs (Moléculas Biológicas e Químicas);
• Nutrição (Saúde Animal);
• Saúde Digital.
Após o mapeamento, o programa Brazilian Pharma Solutions selecionará 30 startups com potencial inovador promissor, a fim de promover uma aproximação com investimentos internacionais. Além da apresentação para investidores, a startup concorrerá a uma inscrição para a BIO International Convention 2018 (4-7 de Junho em Boston/EUA) e para a BIO Latin America 2018 (4-5 de Setembro em São Paulo/BR).
Interessados estão convidados a preencher o formulário até 17 de abril de 2018. No
lin: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdpJEjB8FYn1UE4_JiBnJboDUYzv0Q37qHkZviLeMZJqBaZDw/viewform
Informações adicionais: consultoria@biominas.org.br , biominas.org.br/blog ou (31) 3303-0019.
Parabéns para nossa Incubada Eureka Labs Tecnologia - Play View que foi uma das aprovadas no ciclo 2018 do Inovativa Brasil , o MAIOR programa de aceleração de negócios, realizado pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) e pelo SEBRAE.

Confira os aprovados em: https://www.inovativabrasil.com.br/lista-de-aprovados-cicl…/
No último dia 09, a empresa incubada Domus, participou da mini edição da feira Almacém que busca juntar empreendedores e artesãos para expor seus produtos para a população de Maringá.
Veja as fotos dos produtos expostos.
Alunos do 4º ano de administração do Instituto Adventista Paranaense, Sede Ivatuba/PR, visitaram a Sede IBC da Incubadora Tecnológica de Maringá/Maringatech.
Cerca de 20 alunos, acompanhados pelo professor Marcos Matos, passaram a manhã do último dia 20 conhecendo as instalações da Incubadora e algumas empresas residentes, como a A8, Skintech e Vale da Seda. “É muito importante mostrar aos alunos que estão a um passo do mercado de trabalho que existem outras alternativas após a graduação que não seja partir em busca de uma vaga para se colocar. Empreender é uma delas. E é esclarecedor que saibam que em Maringá existe um ecossistema pronto para ajudar a estruturar e alavancar ideias inovadoras. Eles podem se tornar geradores de postos de trabalho e de divisas para a cidade e região. ”, disse Matos.
Algumas empresas que estão na Incubadora Tecnológica de Maringá (Parque Tecnológico MaringáTech) receberam no último dia 20 a presença de Ronaldo Ribeiro, consultor e mentor​ de São Paulo​, especialista em inovação, tecnologia e transformação digital. ​Ronaldo tem 25 anos de experiência e apoia startups​, scale-ups e empresas que buscam aumentar sua produtividade por meio da inovação e tecnologia. ​Esteve presente também Edivaldo M. dos Santos, do Instituto Founder, de Londrina. ​A visita de ​ambos veio ao encontro às necessidades das empresas incubadas que tiveram a oportunidade de apresentar seus projetos e ter um feedback sobre como o mercado vê seus produtos e serviços. “Estar em Maringá e poder conhecer um pouco do que é realizado pelas empresas dentro da incubadora é uma excelente oportunidade para mim. Assim, transfiro meu conhecimento para eles e recebo deles ideias inovadoras que são desenvolvidas localmente, e podem claro, ganhar o mundo”, comenta Ronaldo.

A mentoria oferecida por Ronaldo​ e ​Edivaldo, de forma voluntária​,​ vem somar ​a​o trabalho realizado pela Incubadora Tecnológica em Maringá, buscando inovação por meio de ideias exclusivas e surpreendentes realizadas por empresários que tem o objetivo de ​se ​destacar​ ​no mercado.
Em uma próxima etapa ​poderão ser atendidas as demais empresas incubadas. A ​mentoria foi acompanhada de perto pela equipe da incubadora. Pelos incubados participantes, o encontro foi muito positivo e renderá bons frutos num futuro breve.
Realizamos na última sexta-feira (16) com nossos incubados uma oficina para construção de business model canvas. A oficina foi ministrada pelo consultor da Incubadora Tecnológica de Maringá, Marcelo Braga. A oficina proporcionou Interação entre as empresas em momento de muita aprendizagem.
O Edital de Inovação para a Indústria e a Shell vão investir até R$2,5 milhões em projetos voltados para digitalização do setor de óleo e gás. Podem participar da seleção startups, MPE e MEI que tenham negócios voltados para estas áreas. Mais informações no link: http://www.editaldeinovacao.com.br .
A Skintech Tecnologia Indústria e Comércio Importação Exportação Ltda é o distribuidor e representante oficial dos aditivos oxibiodegradáveis da Willow Ridge Plastics Inc. (http://www.willowridgeplastics.com/) no Brasil e territórios da América Latina.
Tem como objetivo é incentivar o uso e aplicação dos plásticos oxibiodegradáveis de acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) e normas estaduais e municipais, visando contribuir com a preservação ambiental e o consumo consciente.
São responsáveis por orientar a correta utilização da tecnologia e realizar a rastreabilidade dos produtos fabricados com aditivos oxibiodegradáveis da Willow Ridge Plastics.

A empresa também realiza desenvolvimento de projetos de inovação tecnológica em polímeros. Como O Polímero Biocida é indicado para proteger os materiais da ação de microrganismos. Atuando em duas frentes: contra as bactérias e os fungos. O Agente age no tratamento microbiológico dos produtos, seja para inibir a formação dos microrganismos ou para eliminá-los.
Uma das vantagens deste biocida é sua apresentação em veículo sólido e a sua produção a partir de elementos naturais e inofensivos aos seres humanos e ao meio ambiente, além de ser 100% reciclável.
Além, de laboratório de análise de qualidade para controle de matéria-prima e produtos processados.
A Skintech Tecnologia tem como VISÃO atuar no mercado de polímeros plásticos visando desenvolver materiais ecologicamente corretos e com menor impacto ao meio ambiente.
Tem como MISSÃO contribuir para que a sociedade adquira conhecimento a respeito do desenvolvimento, uso, comportamento, e aplicações dos plásticos oxibiodegradáveis, que representam uma alternativa ambientalmente responsável aos produtos que não podem/conseguem ser reciclados.
Estão abertas as inscrições para startups, micro e pequenas empresas interessadas em obter financiamento de propostas para monitoramento, controle e análise de Big Data das operações em campos de petróleo.

Projetos inovadores destinados à área de óleo e gás, idealizados por startups, micro e pequenas empresas (MPE) e microempreendedores individuais (MEI), têm a oportunidade de receber financiamento da Shell Brasil e do Edital de Inovação para a Indústria. Estão abertas as inscrições para a chamada que vai investir até R$ 2,5 milhões em propostas destinadas ao monitoramento, controle em tempo real e análise dos chamados Big Data das operações em campos de petróleo. As inscrições podem ser feitas no site do Edital.

Serão selecionados até três projetos tecnológicos, em fase inicial, que vão receber até R$ 830 mil. As ideias serão desenvolvidas para atingir o estágio de prova de conceito, durante 12 meses, na rede de Institutos SENAI de Inovação. Ao final desse prazo, a Shell vai definir se incluirá esses projetos no seu portfólio de tecnologia para desenvolvimento futuro. As empresas não precisam ser, necessariamente, da área de óleo e gás, mas devem apresentar competências que as permitam desenvolver, em conjunto com a Shell, soluções para o setor.

O Edital de Inovação para a Indústria é uma iniciativa do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e do Serviço Social da Indústria (SESI). Esta chamada, na categoria Empreendedorismo Industrial - Inovação na Cadeia de Valor, vai integrar o Shell Startup Challenge Brasil, programa que busca selecionar startups, micro e pequenas empresas a fim de promover o crescimento das companhias baseadas em tecnologia e desenvolver provas de conceito orientadas aos desafios da digitalização do setor.

O objetivo desta chamada é escolher projetos de empresas que apresentem soluções inovadoras em sistemas seguros de monitoramento, controle, diagnóstico e prognóstico das operações de campo. Os projetos poderão, por exemplo, captar informações brutas dos sistemas supervisórios de controle e aquisição de dados das plataformas de petróleo; monitorar e prover análises automáticas para a tomada de decisões em plataformas e sistemas submarinos, assim como nas operações de perfuração de poços de petróleo e completação - processo destinado a deixar um poço pronto para a produção.

ESPECIALISTAS GLOBAIS – A diretora técnica do Sebrae, Heloisa Menezes, explica que as propostas inscritas passarão por uma primeira fase de seleção, da qual serão escolhidas 20 startups, MEI, micro ou pequenas empresas que receberão treinamento da instituição para que passem pela etapa final. No dia 21 de junho, no Rio de Janeiro, os selecionados terão a oportunidade de defender presencialmente seu projeto, durante cinco minutos, em inglês, a uma banca formada por especialistas globais da Shell e dos Institutos SENAI de Inovação.

Representantes da Shell Brasil, do SENAI e do Sebrae também farão um roadshow, em março, para apresentar detalhes da chamada e tirar dúvidas dos interessados, em parques tecnológicos dos seguintes estados: Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco e Santa Catarina. O cronograma com as datas das visitas já está disponível na página oficial do Edital de Inovação.

“Estamos muito felizes em trazer para o Brasil este desafio, que é derivado do programa global Shell GameChanger, que já avaliou mais de 1.700 startups de todo o mundo ao longo de 22 anos, com mais de 100 ideias aproveitadas em nossos projetos. Queremos fazer parte da história de sucesso destas startups,” afirma o presidente da Shell Brasil, André Araujo.

EMPREENDEDORISMO – A chamada da Shell é a sétima da categoria C do Edital de Inovação, que busca conectar indústrias de médio e grande portes a startups de base tecnológica, MEI, micro e pequenas empresas. Neste ano, seis companhias já lançaram desafios em temas como cidades inteligentes, internet das coisas, segurança cibernética e tecnologias digitais para o setor automotivo.

Foram escolhidos, até agora, 22 projetos. A empresa Whirlpool Corporation no Brasil, por exemplo, selecionou duas startups (MVisia e Predict Vision) para desenvolvimento de tecnologias destinadas a registro e reconhecimento de produtos; identificação na mercadoria da data de aquisição para oferta de novos serviços ao consumidor, entre outras utilizações.

O diretor-geral do SENAI, Rafael Lucchesi, destaca que o objetivo dessa categoria do Edital é fomentar a construção de laços de confiança entre grandes indústrias e criativos empreendedores que resultem na partilha do risco inerente ao processo inovativo. “O grande diferencial dessa categoria é o compartilhamento de risco financeiro e tecnológico, por meio do lançamento de chamadas temáticas por uma instituição âncora para a criação conjunta de soluções inovadoras orientadas a desafios tecnológicos reais”, explica.

O Edital de Inovação para a Indústria seleciona e financia projetos de inovação, em seis categorias, com o objetivo de aumentar a competitividade do setor industrial. Os projetos selecionados na edição 2017-2018 terão financiamento de R$ 53,6 milhões, com custo individual de R$ 75 mil a R$ 400 mil. A seleção é feita com base em critérios como potencial de inovação e de comercialização do produto ou do processo. Além do fomento, as instituições oferecem apoio na forma de infraestrutura para desenvolver as propostas selecionadas por meio dos Institutos SENAI de Inovação e dos Institutos SENAI de Tecnologia.

Fonte: Agencia CNI
O Centro Internacional de Inovação do Sistema Fiep convida você para um café da manhã especial, com a presença dos palestrantes Claudia Rocha e Enelvo Martinelli, consultores de recursos para inovação do IEL no Paraná. Durante o evento serão abordadas as principais fontes de fomento à inovação, estratégias para projetos e editais em 2018, além de dicas de escrita para editais de inovação.
Em Maringá o evento acontece no dia 06/03, na Casa da Indústria. Avenida Rebouças, 140 - Zona 10.

Mais informações e inscrições no site do IEL Paraná.
EDITAL Nº 001/2018 - PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA

PROJETO: ADEQUAÇÃO DAS INSTALAÇÕES DO ARMAZÉM DO INSTITUTO BRASILEIRO DO CAFÉ PARA IMPLANTAÇÃO DE UM PARQUE TECNOLÓGICO (Convênio nº 01.14.0168.00/FINEP/MCT)


RESULTADO FINAL

Nome Classificação

Marcelo Birali Braga 1




Em 14/02/2018
PROJETO: ADEQUAÇÃO DAS INSTALAÇÕES DO ARMAZÉM DO INSTITUTO
BRASILEIRO DO CAFÉ PARA IMPLANTAÇÃO DE UM PARQUE TECNOLÓGICO
(Convênio no 01.14.0168.00/FINEP/MCT)
A Incubadora Tecnológica de Maringá, pessoa jurídica de direito privado sem fins lucrativos, com
sede em Maringá/PR, na Av. Colombo, 5790, CEP: 87020-900, inscrita no CPNJ No
03.907.838/0001-51, através de seu Presidente Carlos Walter Martins Pedro, institui o presente
edital de Processo Seletivo para seleção de funcionário temporário pelo período em torno de 06
(seis) meses, que atuará no Projeto Adequação das Instalações do Armazém do Instituto Brasileiro
do Café para Implantação de um Parque Tecnológico, desenvolvido em parceria com a
FINEP/MCT.

Mais informações, leia o Edital abaixo.
A Engine Marketing Automatizado foi criada para auxiliar os nossos parceiros em três momentos distintos: a captação, a nutrição e a conversão de potenciais clientes em clientes efetivos de forma automatizada e simultânea.

A comunicação é feita através da segmentação, de acordo com características predeterminadas pela estratégia traçada, alcançando, assim, diferentes públicos de forma efetiva.

Utilizando-se de know-how em negócios e de ferramentas de ponta, automatizamos os processos para que os empresários tenham mais tempo para pensar em seus negócios.

Entenda o que eles fazem:
Entenda o que fazemos.
Os princípios que norteiam os serviços da ENGINE consistem na inteligência do Marketing. Conhecer de fato o seu cliente e falar com ele de forma segmentada, fortalecendo o seu relacionamento e criando a sua autoridade no assunto.

A ENGINE gerencia todo seu processo de.

CAPTURA
SEGMENTAÇÃO
NUTRIÇÃO
CONVERSÃO

do maior número de pessoas interessadas em seu serviço de forma totalmente AUTOMATIZADA, gerando economia e eficiência.

Engine Marketing Automatizado Ltda
Fone +55 (44) 3222-7964
Celular / whatsapp +55(44) 99863-0021
contato@enginedigital.com.br
A Incubadora Tecnológica de Maringá está realizando uma campanha, junto à comunidade, em especial aos pioneiros para resgatar a memória da cafeicultura na cidade. A ação tem o objetivo de resgatar materiais históricos, utilizados na época áurea dos ciclos cafeeiros. A iniciativa da entidade visa resgatar e preservar a história do período e enriquecer ainda mais o acervo do Memorial do Café, que fica na sede da Incubadora no Barracão do antigo IBC.

Recém inaugurado, o Memorial possui um amplo espaço, decorado com fotos e dados históricos que remetem os visitantes ao armazém abarrotado de café, povoado por trabalhadores braçais. O Memorial pretende contar a história por meio de fotografias, objetos e máquinas antigas. Parte do material já está no próprio IBC, mas muito do que foi utilizado na época pode estar em casas ou empresas de pessoas que viviam na época em Maringá. “Resgatar uma memória tão rica, por meio dos objetos usados, é trazer a realidade aos mais jovens, aos estudantes. O espaço completo e pronto será aberto à comunidade para visitação gratuita” explicou o vice presidente da Incubadora Tecnologica de Maringá, José Roberto Pinheiro de Mello.

Dentre os materiais que podem ser doados à Incubadora para enriquecer o acervo do Memorial, estão objetos de uso comum na época como: machados para derrubadas de mata, enxadas, arados, peneiras utilizadas na classificação do café, mesa de prova da bebida, xícaras, fotos históricas, torrador doméstico, moedor de café utilizados pelas famílias, colher de prova, entre outros que foram utilizados no período.

Os materiais doados podem ser entregues na sede da Incubadora Tecnológica de Maringá, que fica na Avenida Centenário, 116. O time da Incubadora também poderá buscar as doações.